quinta-feira, 16 de junho de 2011

Insuficiência Venosa (Varizes)



Definicao

As varizes são veias dilatadas e retorcidas. Qualquer veia  pode tornar-se varicosa, mas as veias mais comumente afetadas são aquelas nas pernas e pés. Isso porque a posição de pé e andar em posição ereta aumenta a pressão nas veias dos membros inferiores.

Para muitas pessoas, varizes e veias de aranha - uma variação comum e leve de veias varicosas - são simplesmente uma preocupação estética. Para outras pessoas, as varizes podem causar dor dor e desconforto. Às vezes, as varizes levam à problemas mais graves. Varizes também podem sinalizar um maior risco de outros problemas circulatórios. O tratamento pode envolver medidas comportamentais ou procedimentos para fechar ou remover veias (realizados pelo seu medico).


Varizes geralmente não causa nenhuma dor. Sinais que você pode ter varizes incluem:

Veias que são roxo escuro ou na cor azul.
Veias que aparecem torcidas e abauladas, muitas vezes como cordas em suas pernas
Quando os sinais dolorosos e sintomas ocorrem, eles podem incluir:

Dor ou sensação de peso nas pernas
Queimação, latejante, dores musculares e inchaço na parte inferior das pernas
Dores pioraram após ficar sentado ou em pé por muito tempo
Coceira em torno de uma ou mais das suas veias
Úlceras (feridas) na pele perto do tornozelo, o que pode significar que você tem uma forma grave da doença vascular que requer atenção médica
As veias aranha são similares as veias varicosas, mas elas são menores. As veias aranha são encontrados perto da superfície da pele e muitas vezes são vermelhas ou azuis. Eles ocorrem nas pernas, mas também podem ser encontradas na face. Vasinhos variam em tamanho e freqüentemente se parecem com uma teia de aranha.

Quando consultar um médico

Mudancas comportamentais - como exercício, elevando as pernas ou usar meias de compressão - pode ajudá-lo a aliviar a dor das varizes e pode impedi-lo de piorar. Mas se você está preocupado sobre com suas veias, e tais medidas parecem nao ter surtido efeito, consulte o seu médico.

Etiologia

As artérias levam o sangue do seu coração para o resto de seus oragos. Veias retornam o sangue do resto do seu corpo ao seu coração, para que o sangue possa ser reciclado. Para o retorno do sangue para o coração, as veias das pernas devem trabalhar contra a gravidade. Contrações musculares em suas pernas funcionam como bombas, e as paredes elásticas da veia ajudam o retorno do sangue ao coração. Válvulas minúsculas em suas veias sem abrem quando o sangue flui em direção ao seu coração e fecham para que o sangue nao reflua.

Causas de varizes podem incluir:

Idade. Conforme você envelhece, suas veias podem perder a elasticidade levando-as a esticar. As válvulas em suas veias podem tornar-se fracas, permitindo que o sangue que deveria estar se movendo em direção a seu coração a refluir. Piscinas de sangue formam-se em suas veias, e suas veias se dilatam e se tornam varicosas. As veias aparecem em azul porque contêm sangue venoso, que está prestes a ser reciclado através dos pulmões.
Gravidez. Algumas mulheres grávidas desenvolvem varizes. A gravidez aumenta o volume de sangue em seu corpo, mas diminui o fluxo de sangue de suas pernas à pélvis. Esta mudança circulatório é projectada para suportar o crescimento do feto, mas pode produzir um efeito colateral indesejado - veias dilatadas nas pernas. Varizes podem vir à tona pela primeira vez, ou podem piorar durante a gravidez tardia, quando o útero exerce maior pressão sobre as veias das pernas. Mudanças em seus hormônios durante a gravidez também podem desempenhar um papel. Varizes que se desenvolvem durante a gravidez geralmente melhoram sem tratamento médico dentro de três meses após o parto.

Fatores de Risco

Estes fatores aumentam o risco de desenvolver varizes:

Idade. O risco de varizes aumenta com a idade. O envelhecimento e o desgaste nas válvulas das veias que ajudam a regular o fluxo sanguíneo predispõem a formação de varizes. Eventualmente o desgaste faz com que as válvulas  permitam que o sangue reflua em suas veias, impedindo que o sangue retorne até seu coração.
Sexo. Mulheres são mais propensas a desenvolver a condição. Alterações hormonais durante a gravidez, no período pré-menstrual ou na menopausa podem ser um fator. Hormônios femininos tendem a relaxar as paredes das veias. Tomar medicações de reposição hormonal ou pílulas anticoncepcionais pode aumentar o risco de varizes.
História familiar. Se outros membros da família possuem varizes, há uma maior chance de você também apresentar a doença.
Obesidade. Estar acima do peso aumenta a pressão sobre suas veias.
Posicionamento. Ficar em pé ou sentado por longos períodos de tempo pode ser prejudicial. O seu sangue não flui tão bem se você está na mesma posição por longos períodos.

Complicacoes

Complicações das varizes, embora raras, podem incluir:

Úlceras. Úlceras extremamente dolorosas podem se formar sobre a pele próximas das varizes, especialmente perto do tornozelo. Úlceras são causadas pelo acúmulo de líquidos nesses tecidos por longos periodos, e causado pelo aumento da pressão do sangue dentro das veias afetadas. Uma mancha escura na pele pode surgir antes da abertura de uma úlcera. Consulte o seu médico imediatamente se você suspeitar que desenvolveu uma úlcera.
Coágulos sanguíneos. Ocasionalmente, as veias profundas das pernas tornam-se dilatadas. Nesses casos, a perna afetada pode inchar consideravelmente. Qualquer inchaço súbito nas pernas merece atenção médica urgente, pois pode indicar um coágulo de sangue - uma condição conhecida cientificamente como tromboflebite.

Preparando-se para a consulta

Não há preparação especial que você precisa fazer antes de sua consulta. O seu médico terá de olhar para suas pernas nuas e pés para diagnosticar varizes e descobrir qual tratamento ideal para sua condição.

O seu médico generaliza pode recomendar que você consulte um médico especialista em condições das veias (Angiologista), um cirurgião vascular ou um médico que trata doenças da pele (dermatologista). Nesse meio tempo, há algumas coisas que você pode fazer para se preparar para sua consulta e iniciar o seu tratamento.

O que você pode fazer

Anote quaisquer sintoma que você está sentindo, incluindo os que podem parecer sem relação com as varizes.
Anote as informações pessoais importantes, incluindo uma história familiar de varizes ou vasinhos.
Faça uma lista de todos os medicamentos, bem como qualquer vitaminas ou suplementos que você está tomando.
Anote questionamentos para perguntar ao seu médico.
Seu tempo com o seu médico é limitado, então a preparar uma lista de perguntas irá ajudá-lo aproveitar ao máximo o seu tempo juntos. Algumas questões básicas para perguntar ao seu médico incluem:

O que é provável estar causando os meus sintomas?
Quais são as outras causas possíveis para as minhas varizes?
Que tipos de testes eu preciso?
Como são tratadas as varizes?
Quais são as alternativas para a abordagem primária que o senhor está sugerindo?
Eu tenho outros problemas de saúde. Como posso gerir melhor estas condições em conjunto?
Existe alguma restrição de atividade que eu preciso saber?
Devo consultar um especialista? 
Há alguma brochura ou outro material impresso que eu possa levar para casa comigo? Quais sites você recomenda visitar?

O que esperar do seu médico
O seu médico provavelmente ira lhe fazer uma série de perguntas. Estar pronto para respondê-las pode reservar tempo para responder seus questionamentos. O seu médico pode perguntar:

Quando você começou a perceber as varizes?
Você tem alguma dor? Se assim for, quão grave é a sua dor?
O que (se alguma coisa) parece melhorar os seus sintomas?
Nada faz com que os seus sintomas piorem?

O que você pode fazer nesse meio tempo
Mesmo antes de sua consulta, você pode começar o tratamento. Tente não ficar de pé ou sentar-se em uma posição por mais de 30 minutos ou assim, elevar suas pernas quando você está sentado, e evitar calçado desconfortável e meias apertadas.




Diagnostico

A suspeita clinica de insuficiência venosa se da através da anamnese e exame físico, e pode ser confirmada e melhor avaliada através de alguns exames subsidiários.
Exame físico e subsidiários
Médicos devem fazer um exame físico detalhado, com o objetivo de diagnosticar insuficiência venosa. Deve ainda solicitar, dependendo do caso, exames adicionais. Deve-se ainda questionar ativamente a respeito de queimação nas pernas, formação de coágulos ou presença de ulceras.
Ultra-som
E um exame que deve ser realizado por médicos experientes, Tem a vantagem de ser nao-invasivo e indolor. Possibilita determinar se ha coágulos de sangue ou válvulas incompetentes nas veias. Através de um dispositivo de mao (transdutor) aplicado sobre a área afetada, ondas sonoras de alta freqüência incidem nas veias e sao refletidas de volta para gerar imagens detalhadas das mesmas.
Geralmente, um estudo ultrassonografico das veias inclui imagens duplex, um tipo de teste utilizado para identificar válvulas com refluxo e coágulos nas pernas. O ultra-som duplex e um dos exames mais importantes no diagnostico de varizes. O resultado do ultra-som pode ajudar a estabelecer o tratamento mais efetivo para cada paciente portador de varizes.
Pletismografia
Pletismografia e um exame funcional, indolor, e nao invasivo, que determina o funcionamento das válvulas das veias como um todo.


Venograma
Raramente utilizado, pois e um exame invasivo que utiliza contraste injetado nas veias. Sao tirados raios-X com o objetivo de identificar bloqueios no fluxo sangüíneo, válvulas incompetentes e coágulos e sangue.
Outros exames: Pode-se ainda solicitar exames de sangue para determinar se o paciente tem diabetes, ou outros exames que avaliam a chance de doenças associadas como arteriosclerose (endurecimento das artérias), que pode causar problemas circulatórios.
Tratamento
O tratamento inclui inúmeras modalidades, dependendo do acometimento da doença. Pode ser feito escleroterapia, microescleroterapia, cirurgia a laser, ablação térmica endovenosa (radiofrequencia VNUS ou laser), embolizacao com molas, ligadura cirúrgica, flebotomia ambulatorial, e cirurgia endoscopica de veia perfuraste. Quase todos os procedimentos sao feitos ambulatorialmente, e o paciente pode ir pra casa no mesmo dia da cirurgia.
Escleroterapia / Microscleroterapia
Escleroterapia pode ser utilizada para obliterar varizes pequenas e medias. O medico injeta uma solução nas veias que leva a formação de uma cicatriz no lugar da veia, forcando a veia a obliterar e obrigando o sangue a circular por outra veia mais saudável. O procedimento nao requer anestesia e pode ser feito de forma ambulatorial. Esse e o tratamento mais utilizado para varizes, mas podem ser necessárias varias sessões para que haja efetividade do tratamento.
Microscleroterapia e uum tipo novo de escleroterapia que usa soluções e técnicas de infusão modernas, podendo aumentar a taxa de sucesso de remoção de varizes pequenas. Uma solução e injetada na veia utilizando uma agulha bem fina, que forca a veia a obliterar e o sangue e redirecionado para veias mais saudáveis.
Cirurgia a Laser
Na cirurgia a laser, o calor do feixe de laser destrói as veias alvo sem ferir a pele. A cirurgia a laser funciona de forma mais efetiva em veias pequenas. Para veias das pernas, sua efetividade e menor que a escleroterapia e pode haver efeitos colaterais que incluem coceira, rachaduras e manchas.
Tratamento cirúrgico (Safenectomia - resseccao das veias)
Esta pode ser uma solução quando e preciso tratar varizes mais calibrosas que possuem válvulas incompetentes. Este foi o procedimento padrão para tratamento das varizes por muitos anos, consiste em remover uma veia longa (safena magna ou parva) através de pequenas incisões na virilha, joelho e tornozelo. Esse procedimento geralmente e feito de forma ambulatorial e os pacientes podem retornar as atividades habituais em duas semanas.
Ablacao Termica Endovenosa
Consiste em uma nova técnica cirúrgica, minimamente invasiva, realizada para tratar vasos mais calibrosos de forma alternativa a safenectomia. No procedimento, o cirurgião insere um cateter fino na veia e aplica calor através da ponta do cateter. Quando o mesmo e retirado, o calor faz com que a veia colapse, obliterando-a numa cicatriz impérvia ao sangue, que segue por outras veias (saudáveis). A fonte de energia térmica aplicada ao cateter pode ser radiofrequencia ou laser. Os pacientes podem retornar as atividades em poucos dias.
Ablação térmica endovenosa

Embolizacao com molas
Neste tipo de tratamento e utilizada anestesia local, e utilizam-se ultra-som e radio-X como guias. Um cateter e inserido numa veia calibras (safena) na perna ou coxa. Uma pequena mola e colocada no cateter e dentro da veia. Alcool e injetado na veia e o cateter e retirado. O Alcool irrita o interior da veia, que faz com que ela se feche e vire uma cicatriz.
Flebectomia Ambulatorial
Consiste na retirada das veias varicosas através de uma sereis de pequenas incisões na pele. O procedimento e usado para remover varizes calibrosas da perna. O paciente recebe anestesia local. Geralmente a formam-se cicatrizes discretas na pele.
Cirurgia endoscopica da veia perfurante.
Este método e utilizado somente quando o paciente tem ulceras de perna. Atraves de uma pequena incisão, o medico insere uma pequena câmara de video para observar e fechar veias perfurastes, que sao veias que conectam o sistema venoso superficial ao profundo. Geralmente e necessário combinar outras modalidades terapêuticas para chegar a resultados ótimos.
Medicamentos
Ate o momento, nenhuma medicação se mostrou útil para o tratamento de insuficiência venosa. Estudos prospectivos nao mostraram que produtos de origem herbal ou suplementos nutricionais sao efetivos.
Complicações
Pode ocorrer algumas complicações em pacientes com insuficiência venosa: celulite, erisipela, tromboflebite, trombose venosa profunda, alem da formação de ulceras na pele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário